Como proteger seus eletrônicos contra quedas e oscilações de energia?
março 26, 2018
Não deixe um UPS antigo trazê-lo para baixo: avalie suas opções de substituição!
março 30, 2018

Como escolher um no-break para seu home office

Ninguém gosta de perder trabalhos — ou mesmo parte deles — em função de uma queda de energia, certo? Para quem tem o computador como ferramenta profissional fundamental, a ideia de perder um arquivo ou até mesmo o próprio equipamento após uma pane na rede elétrica chega a causar calafrios. Mas sabia que existem eletrônicos que podem ajudar a evitar qualquer tipo de prejuízo nessas situações? É o caso do no break, que mantém aparelhos ligados mesmo após uma falha na rede elétrica. Ficou interessado? Então conheça um pouco mais sobre esse equipamento ao ler o nosso texto de hoje:

Quais as diferenças entre estabilizador e no break?

Muitas pessoas acabam se confundindo na hora de optar entre um estabilizador e um nobreak, mas a verdade é que os dispositivos foram criados com fins diferentes. Por isso, entender direitinho como cada aparelho funciona é fundamental para fazer a escolha certa na hora da compra.

O estabilizador é responsável por garantir que a energia elétrica que chega aos plugs de tomada dos eletrônicos possuam a mesma tensão na maior parte do tempo, já que, apesar de todos os avanços dos últimos anos, as nossas redes de energia ainda são suscetíveis a oscilações. Quando essa variações são grandes, os aparelhos conectados à tomada podem sofrer falhas ou panes elétricas. Ao garantir a estabilidade da tensão, o estabilizador é capaz de prolongar a vida útil de notebooks, telefones, impressoras e outros aparelhos eletrônicos, impedindo que picos de energia ou uma grande variação de tensão queime alguma máquina sensível.

Já o nobreak permite que equipamentos permaneçam ligados mesmo após uma queda de energia. Isso é possível uma vez que o nobreak possui uma bateria interna que, em alguns casos, funciona por horas após o desligamento da energia. Assim o usuário pode salvar algum trabalho importante que esteja sendo executado no exato momento da queda de energia. Além disso, o nobreak também trabalha como um estabilizador, garantindo que a tensão se mantenha a mesma durante todo o período de uso dos eletrônicos.

 

E como exatamente funciona o no break?

O nome no break — que vem de sem pausa, em inglês — é usado apenas no Brasil. Em outros países, o dispositivo que mantém computadores e outras máquinas sensíveis ligadas após uma queda de energia é conhecido como Uninterruptible Power Supply (UPS) ou fornecedor ininterrupto de energia, em tradução livre. Independentemente do nome que leva, esse aparelho desempenha duas funções básicas:

  • Backup de energia: proporcionando um tempo para que o usuário tome determinadas ações após a interrupção do fornecimento de energia elétrica;
  • Proteção de energia: garantindo que os aparelhos eletrônicos a ele conectados não precisem lidar com grandes variações na rede elétrica.

Existem diferentes tecnologias de nobreak, cada uma fazendo com que o sistema funcione de uma forma específica, mas todas garantindo uma maior segurança aos dispositivos. Confira cada uma delas e entenda como funcionam:

Nobreak standby

Esse tipo de equipamento é o mais simples disponível no mercado. Ele possui baterias internas que são acionadas após a interrupção do fornecimento de energia elétrica, permitindo que o aparelho seja utilizado por mais alguns minutos após a falha. O nobreak standby possui como principal desvantagem sua faixa de operação reduzida quando comparado com os que possuem outras tecnologias, como é o caso do nobreak linha interativa que você vai conhecer a seguir.

Nobreak linha interativa

Os nobreaks de linha interativa são uma evolução dos modelos standby, capazes de regular a tensão da rede conforme necessário, permitindo assim que a bateria seja alimentada de forma contínua, juntamente com os eletrônicos. A troca para o modo bateria ocorre rapidamente e normalmente dura em torno de 3 a 8 minutos. Seu regulador de tensão aciona a bateria com menos frequência que o modelo standby, dando ao aparelho uma durabilidade maior.

Nobreak on-line

Esse tipo de nobreak, que também é chamado de corrente contínua, é o mais moderno entre os outros citados. Ele mantém os aparelhos elétricos alimentados por meio da bateria o tempo todo, garantindo, assim, que a energia fornecida seja totalmente filtrada antes de chegar a algum aparelho eletrônico. Por essas e outras, esse dispositivo é capaz de proporcionar maiores índices de proteção e confiabilidade.

 

Qual aparelho devo escolher?

Se a intenção é usar o nobreak em casa ou até mesmo em uma pequena empresa, a verdade é que a maioria dos equipamentos conseguirá atender bem. Nobreaks standby ou interativos, por exemplo, por serem mais baratos, são mais comumente vistos nesses locais. Já os sistemas on-line, por fornecerem uma energia mais estável, são mais usados em servidores, grandes companhias, indústrias e serviços críticos. Em todos os casos, é importante estar atento à potência do nobreak — ou seja, à quantidade máxima de energia que ele é capaz de fornecer —, assim como ao número de plugs e à capacidade da sua bateria. Leve tudo isso em conta e defina a partir daí se um nobreak será ou não compatível com suas necessidades.

Mas e você, já possui um nobreak ou ao menos conhecia esse dispositivo? Compartilhe suas impressões conosco! Quer comprar o seu mais barato, com qualidade e ainda ganhar um projeto personalizado? Dá uma olhada no Nobreak do Brasil.

Os comentários estão encerrados.